Imagem e Estilo Masculino em Tempos de Coronavírus

É indiscutível que estamos passando por algo que nunca passamos antes. A pandemia do novo coronavírus tem feito com que fiquemos isolados em nossas casas para conter o surto de casos. Isso contribui para que o nosso comportamento (segundo o dicionário, Conjunto das atitudes específicas de alguém diante de uma situação, tendo em conta seu ambiente, sociedade, sentimentos etc.) mude.
E como fica nossa relação com a Imagem, Estilo, Aparência nestes tempos? Inspirado na live que fiz no Instagram com a Silvia Scigliano, levantei alguns pontos para trazer neste post.

A Moda Masculina

Sempre começo meu curso de Atendimento Masculina na Consultoria de Imagem falando sobre o Mercado da Consultoria de Imagem Masculina, comparando aos números do Mercado de Beleza e de Moda.
E os números eram animadores! No Brasil, o mercado de beleza masculina cresceu 70% nos últimos 5 anos e o Brasil representa(va) 13% das vendas globais, estando atrás apenas dos Estados Unidos. Já no mercado de Moda, um consumo que cresce 14% ao ano, enquanto que o feminino cresce 8%.
Agora, com o confinamento, o mercado tende a desacelerar. Tenho visto na internet muitas marcas com promoções de 15%, 20% e até 30% de desconto. Mas quem vai comprar roupa nova para ficar em casa? Mesmo com descontos e frete grátis as vendas tendem a diminuir.
Imagem e Estilo Masculino em Tempos de Coronavírus
Imagem e Estilo Masculino em Tempos de Coronavírus

Sustentabilidade

Há muito tempo falamos sobre sermos mais sustentáveis. A Cor do Ano de 2017 segundo a Pantone foi o Greenery, um tom de verde amarelado que lembrava as folhas de primavera, quando o verde revive após o inverno. A ideia do verde está relacionada à sustentabilidade: desde a qualidade do que comemos até a origem das roupas que nós vestimos.
É hora de repensarmos nosso uso e consumo: realmente é necessário termos tanta roupa no guarda-roupa? Eu mesmo, o que mais tenho sujado é a roupa de treino que fica suada. Fora isso, a máquina trabalha menos do que quando estava à todo vapor.
Moda Masculina Sustentável
Quando tudo voltar ao normal, já que conseguimos passar tanto tempo sem comprar roupa nova, o que fazer? Separei algumas ideias:
  • Investir em acessórios. Eles mudam a cara de uma combinação;
  • Ter um armário cápsula (10 a 15 peças que combinam entre si, para determinadas ocasiões);
  • Comprar de marcas sustentáveis, que reciclam tecidos ou customizam peças que já existem (upcycling)

Roupa de Home Office

Muitos homens têm feito Home Office. Quando é necessário entrar em reuniões, quando precisam ligar as câmeras, o que aparece é do peitoral para cima e esta parte do corpo precisa estar bem cuidada.
Mesmo no mundo digital estamos transmitindo mensagens à quem nos relacionamos. E também acontece do nosso corpo reagir de maneira diferente de acordo com a roupa que nós usamos. No 2º Encontro Paranaense de Consultoria de Imagem, minha amiga Aysha Corrêa palestrou e falou sobre a Cognição Indumentária, que foi um estudo de uma Universidade americana que estudou esta relação, do significado que damos às roupas influenciarem nossas ações.
Roupa Masculina no Home Office
Roupa Masculina no Home Office
Quando usamos pijama, nosso cérebro sabe que é roupa para relaxar e nos deixará mais improdutivo. Quando colocamos roupa de trabalho, arrumamos o cabelo, a barba e escovamos os dentes, o corpo já se prepara para o trabalho. O mesmo ocorre no ambiente: tente trabalhar com o notebook na cama: o corpo sabe que aquele local é de relaxamento.
O que deve ser feito é investir na parte de cima: camisas, pólos ou t-shirts, dependendo da formalidade de seu trabalho (falo sobre formalidade ao se vestir neste post). Então escolha uma roupa confortável, que transmita o que você precisa e bora trabalhar!

Cuidados pessoais

Por fim, falaremos sobre os cuidados pessoais, que já tem mudado. Hoje, o homem se preocupa muito mais com cuidados como cabelo, barba, depilação, e skin care matinal (nem que seja apenas o protetor solar).
Fui ao evento Homem Brasileiro e lá, vi o resultado de uma pesquisa que mostra que os homens vão em média duas vezes por mês ao salão, número maior que as vezes que as mulheres vão. Acontece que barba e cabelo, por serem na maioria das vezes curtos, precisam de uma manutenção mais constante.
Então, com os salões e barbearias fechados, como se virar em casa?
Falando de barba, eu pesquisei bastante e há infectologistas que aconselham que ela seja retirada e outros que dizem não ter problema. Caso você queira manter a barba, não pode aparecer com ela desgrenhada nas video-conferências. Invista em tesoura e uma maquininha para aparar e em espuma e aparelho de barbear para limpar os arredores e ajustar o desenho.
Barba em Tempos de Coronavírus
Barba em Tempos de Coronavírus
No quesito cabelo, temos três opções:
  • Investir em uma maquininha e raspar em casa;
  • Alguém que more com você aparar os fios (arriscado se ninguém tem prática);
  • Deixar o cabelo crescer, não se esquecer de pentear para o trabalho;
Bom, espero que tenha lido este post de dentro de sua casa, em segurança! Compartilhe com quem possa se interessar!
Um abraço e até mais!
Nic Marçal
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Fale comigo!